Como foi o Workshop
Já fazem 10 dias que fiz o Workshop mas minhas férias estão bem “corridas”. ( Ficar sem fazer nada não deixa eu fazer outras coisas kkk ).

O Workshop foi bem legal, a galera estava bem interessada e tiveram muitas perguntas! ( meu maior medo era não ter perguntas e só eu ficar falando rsrs ). Meu objetivo foi fazer algo que agradasse tanto quem não sabe nada, quanto quem já manja de fotografia. Como não tinha tempo para ensinar muita coisa, tentei passar a mensagem de que você pode fazer fotos boas com qualquer câmera, e também passar a idéia de como funciona o meu pensamento na hora de se fazer uma foto. Como disse, foi muito pouco tempo para conseguir ensinar realmente algo, mas aposto que todos saíram de lá pensando de uma forma diferente sobre a fotografia e como fotografar.

Para saber como foi, estou colando aqui uma resenha que o Renan Moreira fez para o site da Corrente Cultural:

 

O Workshop de Fotografia aconteceu no SESC na tarde da última sexta-feira (10) pelo Festival #VaiSuldeMinas e foi ministrado por Léo Zaneti, graduando em Rádio & TV e fotógrafo autodidata experiente, que tem em seu currículo premiadas fotos artísticas em festivais universitários,  coberturas de shows e produção fotográfica de bandas.

Conduzido de uma forma leve, o workshop contou com projeção de slides contendo exemplos de cada tópico que o oficineiro abordava, com uso de suas próprias fotos e de algumas de amigos. Viram-se exemplos de registros de imagens feitos por diversos equipamentos diferentes, dos mais básicos aos mais profissionais, das limitações de cada espaço e tecnologia, e uma breve explanação do uso da luz na fotografia.

Destaque para os slides com a temática “Enquadramento”, que contou com mostra de fotos originais e logo a seguir as mesmas fotos com linhas retas estrategicamente colocadas para se exemplificar a simetria.

Essa didática criou espanto nos participantes pela técnica aparentemente complexa – mas automática como dirigir um carro, garantiu Zaneti – do uso do enquadramento e posição de elementos para se conseguir uma simetria, tudo isso no exato momento do click. Talvez esse seja o momento em que caíram as fichas de que fotografia todos podem fazer, mas arte em foto ou fotos realmente boas, merecem respeito e estudo.

O workshop ainda girou em torno das perguntas dos participantes, que muito bem respondidas por Léo definiram dicas e padrões na hora de divulgar sua fotografia na web, da importância de uma assinatura gráfica nas fotos como maneira de autenticar sua obra, e da não banalização da fotografia com o uso controlado – e em alguns casos até sutil – de recursos digitais na modificação das fotos.

O oficineiro Léo Zaneti ainda prometeu para 2011 mais alguns Workshops de Fotografia, aprofundando em temas como luz e técnica.

Se quiser conhecer mais sobre o trabalho do fotógrafo, conheça seu website FotografeTambém que traz todo um conteúdo explicativo sobre fotografia.

Algumas fotos: eu workshop3

eu workshop
eu workshop4

eu workshop2

Be Sociable, Share!