fotografando shows com câmera compacta
Fotografar shows é algo muito legal. Trabalhar com pouca iluminação e usando câmeras compactas é uma tarefa difícil, mas não impossível. Nesse Post irei falar mais precisamente sobre o uso de câmeras superzoom, que não são tão compactas assim, mas também não são profissionais.

Com certeza uma câmera DSLR é bem melhor (principalmente nessas condições), mas já que só tenho uma câmera compacta em mãos, como fazer boas fotos?

- Conhecer o Equipamento:
Com certeza conhecer o equipamento e saber quais são suas limitações é fundamental.
Câmeras compactas têm como principal “defeito” o sensor pequeno e por isso fotos com ISO elevado ficam com muito ruído. Geralmente câmeras ultrazoom funcionam satisfatoriamente até ISO 400 só. Mais que isso a imagem perde muito a qualidade.

Outro problema é a lente: Geralmente a maior abertura é 2.8. Isso significa que não é uma lente muito clara, ou seja, menos luz chegará ao sensor.

Já deu pra perceber que o maior problema será a pouca iluminação.

- Conhecer o Ambiente:
Apesar de pouca iluminação, a luz de shows costuma ser muito bonita e muitas vezes tem fumaça, o que realça a beleza da iluminação.

Uma boa dica é reparar nas combinações de luz que o técnico de iluminação usa. Algumas combinações deixam o palco mais iluminado e você poderá fazer melhores fotos. Se puder conversar com ele antes do show, melhor ainda.

- Na hora do “Vamos Ver”:
Eu tinha uma câmera ultrazoom, a Panasonic FZ28, e considero que tirava boas fotos usando ela em shows. A formula básica que eu usava em shows era:

FZ28_frontEu trabalhava sabendo bem os limites dela: Abertura maior possível e ISO no máximo 400.
Geralmente eu costumava usar ISO200 mesmo e depois “clareava” no Lightroom.
A Abertura, como eu disse, eu usava a maior possível para entrar mais luz.
A velocidade eu usava uma que deixasse a fotometria aceitável. Geralmente era velocidades relativamente baixas como 1/30s, 1/20s. Era preciso ter mão firme e mesmo assim muitas e muitas fotos saiam tremidas por conta do movimento dos integrantes da banda.

- Algumas Dicas para Contornar as limitações da câmera:

Ruídos: ISO alto gera muito ruído indesejável, mas pode também ser usado como “efeito” para a foto, principalmente se ela for preto e branco:


 

Movimento: Muitas fotos irão ficar borradas e tremidas, mas você também pode usar isso como algo favorável, dando a sensação de movimento à foto:
 
 

Detalhes: Geralmente essas câmeras têm muito zoom, você pode explorar e se concentrar em pequenos detalhes dos integrantes da banda, instrumentos ou mesmo no palco:
 playlist

Luzes: É necessário usá-las como aliadas. Brinque e explore elas para fazer fotos diferentes:



Criatividade: Pra Finalizar, criatividade! Acho que criatividade é necessário para tudo na vida, não só na arte.

Todas Fotos desse Post são de minha autoria, usando a Panasonic Lumix FZ-28.

Be Sociable, Share!